quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Vai contar tudo: Cunha acerta negociações para delatar

Os próximos dez dias serão decisivos para o desfecho da proposta de delação do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Ele já entregou os anexos de seu relato à PGR e, agora, os procuradores e o peemedebista se preparam para a fase final das negociações. Segundo cálculos de dirigentes do DEM, ao menos 13 parlamentares trocarão o PSB pelo Democratas após as mudanças na regra eleitoral. Os novos filiados virão de oito Estados. O economista Marcos Lisboa é um dos nomes mais requisitados pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), a ajudar na formulação de documento que se assemelha a um programa econômico para o país.Não há mais dúvida no tucanato de que o prefeito de São Paulo, João Doria, trabalha para se firmar como o nome para o Planalto em 2018. Ele tentará impor sua candidatura consolidando-se como o mais competitivo nas pesquisas. Pouco antes de ser alvo de uma ovada, o prefeito tucano enviou a grupos no WhatsApp texto de um jornal local que dizia: “Doria é recebido com gritos de ‘meu presidente’ em Salvador”.(Painel - Folha de S..Paulo)

Um comentário:

  1. Infelizmente esse cidadão Eduardo Cunha, não tem nada de besta. Sabe ele e seus advogados de defesa que o interesse da delação agora demostrada por Eduardo Cunha, porquê ele sabe que não tem muito o que falar ou delatar.Já falaram tudo, agora para Eduardo Cunha é interessante reduzirá sua pena que vier ser aplicada a ele, é ótimo..a troco de quase nada que venha contribuir com a justiça..é lamentável essas delações, quase que nada tem sido prática de forma relevante para a operação lava-jato. Bom dia!!!

    ResponderExcluir

»»- ATENÇÃO LEITOR: Este Blog aceita comentários anônimos mas repudia a falsidade ideológica.-Por favor o seu nome, sobrenome e e-mail (caso tenha algum), dos quais sejam legítimos para identificação.